Investimentos consolidam Parque da Cidade como referência para receber eventos culturais

Print Friendly, PDF & Email

Investimentos do GDF levam conforto e segurança para os frequentadores do maior parque urbano da América Latina

Foto: Felipe Menezes/SEL

Localizado no centro de Brasília, o Parque da Cidade Sarah Kubitschek é um convite à qualidade de vida e ao bem-estar. Está situado em uma área de fácil acesso por transporte público e privado, o que facilita a participação do público e atrai uma diversidade de visitantes, valorizando o local pelo importante papel na promoção do turismo sustentável.

“Um parque torna-se mais do que apenas um local de lazer quando é palco de atividades culturais. Ao participar desses eventos, as pessoas não apenas se divertem, mas também contribuem para a preservação e valorização dos espaços naturais e culturais que nos cercam”, Renato Junqueira, secretário de Esporte e Lazer

O maior parque urbano da América Latina se consagra não somente por ser um local arborizado, ideal para a prática esportiva e propulsor para um estilo de vida mais agradável. Agora, os mais de 420 hectares também ganham o título de hub dinâmico ao se tornar cenário ideal para a realização de eventos expressivos, integrando natureza, cultura e comunidade, enriquecendo a vida urbana e promovendo o bem-estar social.

A área ao ar livre é capaz comportar milhares de pessoas nos mais diversos tipos de eventos, como concertos, peças teatrais, exposições de arte e festivais. O primeiro semestre do ano foi marcado por uma série de eventos culturais que divertiram o público e fomentaram a economia local, promovendo a geração de emprego e renda e o desenvolvimento da cidade.

Agora, os mais de 420 hectares também ganham o título de hub dinâmico ao se tornar cenário ideal para a realização de eventos expressivos, integrando natureza, cultura e comunidade, enriquecendo a vida urbana e promovendo o bem-estar social | Foto: Felipe Menezes/SEL

A agenda do segundo semestre, período em que também acontecem as férias escolares, não está diferente. É o que explica o secretário de Esporte e Lazer, Renato Junqueira. “Estamos com uma programação diversificada. Um parque torna-se mais do que apenas um local de lazer quando é palco de atividades culturais. Ao participar desses eventos, as pessoas não apenas se divertem, mas também contribuem para a preservação e valorização dos espaços naturais e culturais que nos cercam”, declara.

O pôr do sol no Parque acontece todo domingo, a partir das 16h / Foto: Brendo Felipe/SEL

No clima da alegria trazido pelas festas juninas, o parque abre espaço para receber o Festival Julino. Com shows de Lenine e da cantora Lucy Alves, incluindo um tributo a Luiz Gonzaga pelo Trio Balançado, apresentações de quadrilhas e variedade gastronômica, com a presença de restaurantes locais. O festival ocorrerá em 13 de julho, no Estacionamento 12. Os ingressos estão sendo vendidos pela plataforma Bilheteria Digital e custam a partir de R$ 40.O Festival de Inverno Sesc desembarca novamente no Parque, no Estacionamento 11. Nos dias 20 e 21 de julho haverá apresentações de artistas nacionais, com as confirmações de Mano Brown, Baile do Simonal, Paulinho Moska, Bárbara Eugênia. O acesso ao evento é gratuito.

A cantora Vanessa da Mata fará apresentação no Festival Vibrar / Foto: Marcos Hermes/Divulgação

De 15 a 18 de agosto a música brasileira invade o Parque da Cidade. Com shows de All Stars, Orquestra Filarmônica de Brasília & Convidados, Ritchie, Larissa Vitorino & Nas Cordas do Choro, Céu, Alice Caymmi, Vanessa da Mata, Coletivo Play, Spot, Ediá, Margaridas, Puro Suco, Luedji Luna, Duda Beat, DJ A, Chico Aquino, Umiranda, Tamenpi, Ellefante, Distintos Filhos, Academia da Berlinda, Nação Zumbi, Planet Hemp, Coletivo Criolina, Maraskin, La Ursa e Magah, o Festival Vibrar promete animar quem passar pelo local. Serão quatro dias de programação, incluindo também o melhor da arte e da gastronomia. O evento acontecerá no Estacionamento 9. Os ingressos estão sendo vendidos pela plataforma Bilheteria Digital e custam a partir de R$ 45.

Referência quando o assunto é nostalgia, A Festa a Volta aos Anos 80 retorna ao Parque da Cidade em sua última edição, que acontecerá no dia 10 de agosto, na Piscina de Ondas. Os ingressos estão sendo vendidos pela plataforma Bilheteria Digital e custam a partir de R$ 70.

O cantor Lenine é atração confirmada no Festival Julino / Foto: Divulgação

Sucesso de público, o pôr do sol será realizado até outubro, mês em que se inicia o período chuvoso. Todo domingo, a partir das 16h, o público pode acompanhar a apresentação do saxofonista Luno Delluci. O evento é promovido entre os Estacionamentos 10 e 11.

Na avaliação do administrador do Parque, Todi Moreno, um parque ideal para a realização de atividades culturais deve reunir uma série de características que proporcionem um ambiente acolhedor, seguro e inspirador para os participantes. “Um parque que combine esses elementos não apenas serve como um espaço para atividades culturais, mas também como um catalisador para o fortalecimento da identidade local, o enriquecimento cultural e o bem-estar da comunidade”, diz.

Parque em transformação

O Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek está sempre em transformação. O espaço vem recebendo constantes reformas. A última foi a modernização da iluminação. Desde a década de 1970, lâmpadas convencionais amarelas iluminavam o local. Com a mudança, o local agora recebe iluminação em LED, melhorando a experiência dos frequentadores durante atividades de lazer e prática de exercícios físicos, proporcionando um ambiente mais seguro e saudável.

Outro investimento significativo foi a reforma das 16 estações dos banheiros. Ao todo, foram reformadas 55 unidades na parte de louças, revestimentos de paredes, estrutura e hidráulica. Foram trocadas cubas, vasos sanitários, pisos, bacias sanitárias, pintura e impermeabilização, visando não apenas à renovação estética, mas também atendendo a Norma Regulamentadora de Sanitários.

Além do investimento em obras na infraestrutura também já ocorreram duas limpezas no lago; reformas dos brinquedos do parque Ana Lídia; reforço na segurança com a operação Sorria, você está sendo filmado, em parceria com a PMDF; reforma ampliação do horário da academia gratuita; reforma do Castelinho; construção de rampas de acessibilidade nos estacionamentos; implementação da Operação Vaga-lume, em parceria com a CEB; instalação de equipamento para manutenção de bicicletas; implementação da Praça de Articulação Social; e reformas das placas de sinalização, em parceria com o DER, e da Praça Eduardo e Mônica.

Repórter Brasília/*Com informações da SEL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *