Heitor Schuch escolhido presidente da Comissão Especial das Mudanças Climáticas do Parlasul

Print Friendly, PDF & Email
Heitor Schuch

O deputado Heitor Schuch (PSB/RS) fez, da tribuna, na tarde desta quarta-feira (19), um balanço da reunião do Parlasul, onde junto com parlamentares do Brasil, do Uruguai, da Argentina, do Paraguai e da Bolívia, foi instalada uma Comissão Especial para cuidar das mudanças climáticas e seus reflexos na vida das pessoas. “Assunto sério, delicado, muito fortemente alicerçado, no que tem acontecido, com as catástrofes, não só no Rio Grande do Sul, mas a começar pelo Rio Grande do Sul, tem chovido, no Chile onde há 20 anos, não chovia. Tem chovido na Europa, tem mudanças climáticas acontecendo no Planeta e, portanto, o Parlasul, que é o Parlamento do Mercosul, abraça esta causa”. A Comissão foi proposta pelo deputado Pompeo de Mattos (PDT/RS).

Parlamentar brasileiro preside Comissão Especial das Mudanças Climáticas do Parlasul

Heitor Schuch afirmou que foi indicado para ser presidente desta Comissão Especial, que vai ter representação de todos os países. “Já estamos, como plano de trabalho, em aberto para quem quiser ajudar a construir, dar sua opinião, sua sugestão”. Disse que a Comissão quer ouvir as entidades, ás instituições, Sindicatos, cooperativas, Prefeituras, Universidades, especialistas no assunto, para que nós possamos avançar na prevenção. Ele destaca que, “é muito melhor a gente fazer a prevenção, do que depois ficar procurando pessoas, do que achar pessoas que foram a óbito, por causa das catástrofes. E nesse cenário, já quero abrir aqui uma janela para dizer que nós não vamos ficar só no relatório, não vamos ficar só no seminário, na conferência. Nós queremos ir um pouco mais além porque nós precisamos também ter recursos financeiros dos países, dos governos, também da iniciativa privada, dos financiadores internacionais, para avançar neste trabalho, até porque, se nós tivermos que fazer apenas relatórios, encontros e seminários, nós não precisamos começar. É preciso ter uma ação, mais eficaz, eficiente para que essas coisas não fiquem apenas, na retórica, no discurso e no papel”.

Novo Plano Safra

Por último, acentuou Heitor Schuch, “quero dizer que estou muito esperançoso, porque na semana que vem, deveremos ter o anúncio do novo Plano Safra, da Agricultura Familiar, para o Brasil inteiro. As costuras, as construções, então sendo feitas desde o início da Terra Brasil. Felicito os Sindicatos, a FETAG, a CONTAG, por esse trabalho e, certamente, na semana que vem, vamos ter notícias boas, no que diz respeito ao volume de recursos, a redução de juros, as questões de enquadramento”.

Seguro com valor menor

O parlamentar afirmou que, “é preciso avançar um pouco mais, em algumas questões pertinentes ao Pró-agro (Programa do Seguro do Pró-agro Mais), da nossa agricultura familiar, para que o agricultor possa comprar um bom pacote tecnológico, insumos de qualidade, sementes boas, mas que o seguro não seja tão caro, que ele acabe plantando, sem o seguro, que é um risco muito grande”.

Repórter Brasília, Edgar Lisboa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *