Governador detalha a estudantes desafios e prazeres da política

Print Friendly, PDF & Email
Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Estudantes do ensino médio do Colégio Único, da Asa Sul, Analice Silva e Lívia de Freitas conversaram com Ibaneis Rocha em seu gabinete no Palácio do Buriti nesta segunda-feira (24)

Acostumado a dar entrevistas e a responder semanalmente, o governador Ibaneis Rocha participou de uma sabatina um pouco diferente, nesta segunda-feira (24), ao ser questionado por alunas do Colégio Único, da Asa Sul. Estudantes do 3º ano do ensino médio, Analice de Geraldo Santos Silva, 16 anos, e Lívia Vargas Vilas Boas de Freitas, 17, fizeram perguntas sobre o caminho até a entrada na política e pediram para que ele deixasse uma mensagem aos jovens do Distrito Federal.

“Eu transformei minha vida através da educação. Temos a internet, temos meios para buscar informações, prestem atenção nos estudos, no trabalho e também na família. Tenham bons relacionamentos e tratem as pessoas com cordialidade. Esse é o conselho que dou para todo mundo”, destacou o governador Ibaneis Rocha, no encontro com as estudantes Lívia (à esquerda) e Analice | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

“O legal da política é porque você tem instrumentos para transformar a vida das pessoas”, definiu o chefe do Executivo sobre o prazer em liderar o governo.

Analice e Lívia também quiseram saber sobre os maiores desafios enfrentados por Ibaneis à frente do GDF. Em resposta ao questionamento, o governador disse que foi a pandemia de covid-19.

“Ninguém tinha receita e tive que tomar medidas drásticas, como fechamento das escolas e do comércio. Fizemos um grande investimento na Saúde e isso prejudicou o atendimento de outras doenças e áreas da Saúde. Também enfrentamos desafios na economia, com pessoas ficando desempregadas. Foi um grande desafio a pandemia”, destacou.

Por outro lado, o governador lembrou que o GDF criou e reforçou programas e ações na pandemia, como os cartões Prato Cheio e Gás. Ibaneis também deixou um recado para as novas gerações: “Acompanho bastante essa geração nova e acredito na educação como único modo da transformação da vida das pessoas. Eu transformei minha vida através da educação. Temos a internet, temos meios para buscar informações, prestem atenção nos estudos, no trabalho e também na família. Tenham bons relacionamentos e tratem as pessoas com cordialidade. Esse é o conselho que dou para todo mundo”, finalizou.

Para as alunas, ter esse contato com o governador foi uma grande experiência. Analice quer cursar psicologia, e Lívia está em dúvida entre direito ou medicina.

“Foi uma experiência muito legal, até me fez ter mais interesse pela política. Foi muito bom e me atribuiu muito”, narrou Analice. “Me interesso por direito, e conversar com um político que nasceu aqui, morou fora, voltou e se formou numa faculdade daqui e construiu essa história é admirável”, acrescentou Lívia.

Repórter Brasília/Agência Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *