GDF aterra erosão no Itapoã e reforça a segurança viária da região

Print Friendly, PDF & Email

Cratera era utilizada por moradores como ponto clandestino de despejo de lixo e entulho e trazia transtornos para a região, especialmente durante os dias de chuva

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF) concluiu as obras de aterramento da cratera que se formou nas proximidades do Parque Ecológico Sementes, no Itapoã. A erosão era utilizada por moradores como ponto clandestino de despejo de lixo e entulho e trazia transtornos para a região, especialmente durante os dias de chuva.

O serviço de recuperação do solo foi realizado com mão de obra e investimento diretos da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), em parceria com a Administração Regional do Itapoã.

Antes de ser aterrada, a erosão nas proximidades do Parque Ecológico Sementes era utilizada por moradores como ponto clandestino de despejo de lixo e entulho | Foto: Divulgação/Administração do Itapoã

O material utilizado é proveniente do reaproveitamento de outras obras de infraestrutura urbana realizadas pela cidade, como a construção do Viaduto do Itapoã/Paranoá e de pavimentação de vias da região.

“A Novacap disponibilizou os tratores e caminhões para que nós pudéssemos fechar essa erosão, em um lugar que, infelizmente, era utilizado por algumas pessoas como lixão clandestino”, destaca o administrador regional Dilson Bulhões.

Em paralelo ao aterramento, o GDF também realizou a modernização dos sistemas de drenagem das principais vias da cidade, contribuindo para a redução do fluxo de águas pluviais que escoam pelo local. “Foi possível conter toda aquela água que antes descia para essa região de forma desordenada. Agora, as águas pluviais vão desaguar lá nas bacias que estão sendo construídas pela Novacap”, detalha o gestor.

A dona de casa Ketholly Lorranny, de 23 anos, lembra de como o local ficava durante os dias de chuva. “Toda vez a água descia derrubando e danificando tudo. A gente ficava ilhado, meu esposo deixou de trabalhar um dia porque o carro não tinha condições de subir a rua”, relata. “Agora, vivemos outra realidade. Melhorou bastante a localização e o acesso”.

A dona de casa Ketholly Lorranny elogiou a modernização dos sistemas de drenagem: “Melhorou bastante a localização e o acesso” | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Segurança viária

Além de solucionar o problema das erosões, o governo trabalha para melhorar a segurança do trânsito para os motoristas e pedestres do Itapoã. Toda a sinalização horizontal das principais ruas da cidade estão sendo recuperadas com a aplicação de tintas de alta durabilidade, com uma vida útil prevista de dois anos, nas faixas de pedestre, lombadas e eixos de via.

Os serviços abrangem a Avenida do Murão, Avenida da Fazendinha, Del Lago, Avenida do Muvuca e Independência. As obras são executadas em duas etapas, sendo que a primeira parte já foi iniciada e conta com investimento de R$ 650 mil, provenientes de emenda parlamentar.

Repórter Brasília/Agência Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *