Julho começa com vaga para mestre de obras com salário de R$ 6,5 mil

Print Friendly, PDF & Email

Para participar, basta cadastrar o currículo no aplicativo ou presencialmente. Veja outras oportunidades para o início da semana no Distrito Federal

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

O mês de julho está começando com boas notícias para quem está em busca de emprego. As agências do trabalhador do Distrito Federal oferecem 529 oportunidades de colocação profissional nesta segunda-feira (1º). Os postos estão distribuídos em diversas regiões administrativas e no Entorno, e exigem diferentes níveis de escolaridade. Todas dispõem de benefícios, além da remuneração. O salário mais atrativo é de R$ 6.500, encontrado em uma vaga para mestre de obras em Valparaíso (GO), em que o candidato deve ter experiência e ensino fundamental completo.

Na mesma região, há oito vagas para servente de obras (R$ 1.520), três para técnico em processo petroquímico (R$ 4.500), três para pedreiro (R$ 2.300), duas para motorista de automóveis (R$ 2.800), duas para carpinteiro (R$ 2.300), duas para técnico em segurança do trabalho (R$ 3.500), uma para técnico de planejamento de obras (R$ 5.000), uma para soldador com maçarico (R$ 3.000), uma para encarregado de obras (R$ 5.000) e uma para auxiliar de limpeza (R$ 1.520).

Para participar dos processos seletivos, basta cadastrar o currículo no aplicativo Sine Fácil ou ir a uma das 14 agências do trabalhador, das 8h às 17h, durante a semana. Mesmo que nenhuma das vagas do dia seja atraente ao candidato, o cadastro vale para oportunidades futuras, já que o sistema cruza dados dos concorrentes com o perfil que as empresas procuram.

Empregadores que desejam ofertar vagas ou utilizar o espaço das agências do trabalhador para entrevistas podem se cadastrar pessoalmente nas unidades ou pelo aplicativo do Sine Fácil. Também é possível solicitar atendimento pelo e-mail gcv@setrab.df.gov.br. Pode ser utilizado, ainda, o Canal do Empregador, no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda do Distrito Federal (Sedet-DF).

Repórter Brasília/Agência Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *