Passageiros poderão acessar ônibus no DF com bilhete avulso

Print Friendly, PDF & Email

Medida amplia formas de pagamento do sistema eletrônico de bilhetagem

Foto: Matheus H. Souza/Agência Brasília

Os usuários do transporte público coletivo do Distrito Federal terão à disposição uma nova forma de pagamento das passagens. O acesso aos ônibus poderá ser por meio de bilhete avulso, emitido no ato do pagamento da tarifa. A medida da Secretaria de Transporte e Mobilidade do DF (Semob) está prevista na portaria nº 116, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta sexta-feira (5).

Nos próximos 30 dias, o BRB Mobilidade vai apresentar o cronograma para implantar a tecnologia e o prazo para colocar o bilhete avulso à disposição dos usuários | Foto: Geovana Albuquerque/ Agência Brasília

De acordo com a portaria, o passageiro que optar pela modalidade avulsa não terá necessidade de fazer cadastro no BRB Mobilidade. Os bilhetes avulsos serão comercializados nos mesmos pontos de aquisição e recarga do Cartão Mobilidade. Além dos postos do BRB Mobilidade, o DF conta com 30 novos pontos, sendo cinco unidades do Na Hora (Taguatinga, Ceilândia, Brazlândia, Gama e Riacho Fundo) e 25 geridos pelas operadoras em terminais rodoviários.

Após pagar a passagem no ponto de comercialização, o usuário receberá um bilhete avulso com código de acesso (QR Code). Bastará aproximar o código no validador do ônibus para transpor a catraca. O pagamento avulso não dará direito à integração, que permite ao passageiro até três acessos com o pagamento de uma tarifa, no período de três horas.

“Desde o início do programa, temos conversado com as pessoas, ouvindo sugestões de usuários, e assim vamos aprimorando o sistema de forma que haja universalidade de acesso ao transporte público e que nenhum cidadão seja prejudicado”, Zeno Gonçalves, secretário de Transporte e Mobilidade do DF

O bilhete avulso amplia ainda mais as formas de pagamento do sistema de bilhetagem do transporte público coletivo do DF. Desde segunda-feira (1º), 52 linhas de ônibus estão operando com o pagamento de passagens 100% eletrônico, por meio de cartões bancários (débito ou crédito) e cartões de transporte fornecidos pelo GDF.

“Estamos ampliando as formas de pagamento, atendendo várias manifestações de passageiros que chegaram até nós”, afirmou o secretário de Transporte e Mobilidade do DF, Zeno Gonçalves. Segundo ele, o sistema 100% eletrônico está sendo implantado de forma gradual, com os ajustes que forem necessários.

“Desde o início do programa, temos conversado com as pessoas, ouvindo sugestões de usuários, e assim vamos aprimorando o sistema de forma que haja universalidade de acesso ao transporte público e que nenhum cidadão seja prejudicado”, afirmou o secretário.

Nos próximos 30 dias, o BRB Mobilidade vai apresentar o cronograma para implantar a tecnologia e o prazo para colocar o bilhete avulso à disposição dos usuários do transporte coletivo do DF. Antes de começar a funcionar, o novo modelo será amplamente divulgado.

Uso irregular do cartão

A nova portaria da Semob estabelece também a responsabilidade do passageiro pelo uso e guarda do Cartão Mobilidade. O cartão é de uso pessoal e intransferível. No caso de perda, o titular do cartão deve comunicar imediatamente ao BRB Mobilidade e solicitar o bloqueio.

Se houver uso dos créditos do cartão extraviado, sem a devida solicitação de bloqueio, a responsabilidade será do titular do cartão. Havendo indícios de uso indevido ou irregular, será aberto um processo administrativo para apurar a ocorrência.

Repórter Brasília/*Com informações da Semob

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *