Bolsonaro veta projeto que anulava multa por atraso na entrega de guia do FGTS | https://reporterbrasilia.com.br/

Inicial / Notícias / Bolsonaro veta projeto que anulava multa por atraso na entrega de guia do FGTS
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Bolsonaro veta projeto que anulava multa por atraso na entrega de guia do FGTS

Print Friendly, PDF & Email

Decisão final sobre o veto caberá ao Congresso Nacional

O presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou na íntegra projeto de lei que liberava empresas de multas por atraso na entrega à Receita Federal da Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP). A mensagem de veto está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (30).

Bolsonaro alegou contrariedade ao interesse público e inconstitucionalidade da matéria ao rejeitá-la integralmente. Mas a decisão sobre a validação do veto caberá ao Congresso Nacional.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Trabalho - geral - FGTS Fundo de Garantia do Tempo de Serviço Caixa Econômica Federal CEF trabalhador saques aplicativos governo
Exigência de entrega da guia está prevista em duas leis

De autoria do deputado Laercio Oliveira (PP-SE)), o PL 4157/19 foi analisado pelo Senado e retornou para a Câmara, onde foi aprovado em 9 de dezembro, na forma de um substitutivo. Em seguida, a matéria foi enviada para sanção.

A versão aprovada inicialmente restringia esse benefício ao período de 2009 a 2013. O substitutivo, no entanto, abrange as multas aplicadas até a data em que a futura lei fosse publicada.

A medida não implicaria a devolução de quantias pagas e seria aplicada apenas aos casos em que não houve obrigatoriedade de recolhimentos ao FGTS. A exigência de entrega desse tipo de guia seria prevista em duas normas: a Lei do FGTS e a Lei Orgânica da Seguridade Social. Nessa última estava prevista a multa pela não apresentação do documento.

Repórter Brasília/Agência Câmara de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.