Bolsonaro vai a ‘lanchaciata’ e pilota moto náutica entre apoiadores no Lago Paranoá, em Brasília | https://reporterbrasilia.com.br/

Inicial / Matérias Especiais / Bolsonaro vai a ‘lanchaciata’ e pilota moto náutica entre apoiadores no Lago Paranoá, em Brasília

Bolsonaro vai a ‘lanchaciata’ e pilota moto náutica entre apoiadores no Lago Paranoá, em Brasília

Print Friendly, PDF & Email

Bolsonaro vai a ‘lanchaciata’ e pilota moto náutica da Marinha do Brasil (Foto: Wilton Junior/Estadão).
O slogan do cortejo náutico, “Pela liberdade no Brasil”, foi o mesmo usado por apoiadores de Bolsonaro para defender o deputado Daniel Silveira
BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou neste domingo, 15, de uma “lanchaciata” em Brasília. O ato foi uma variação das motociatas às quais o chefe do Executivo costuma ir, só que com embarcações. Depois de andar de moto e visitar feiras na cidade, Bolsonaro deu uma volta de moto náutica no Lago Paranoá, nas proximidades do Palácio da Alvorada, e cumprimentou apoiadores que organizaram o movimento.
A concentração para o ato estava marcada para as 9h, mas os bolsonaristas demoraram a chegar. O número de lanchas e motos aquáticas no Lago Paranoá só começou a aumentar perto do meio-dia. No geral, os veículos aquáticos estavam cheios e exibiam bandeiras do Brasil. Algumas pessoas fizeram, até mesmo, churrasco em suas embarcações.
Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro usaram lanchas, enquanto o presidente pilotou uma moto náutica com identificação da Marinha do Brasil.
Apoiadores imitaram o “sinal de arminha” característico de Bolsonaro, que defende a flexibilização do porte de arma de fogo, e um homem chegou a erguer o braço para mostrar um pedaço de carne na ponta do garfo, num momento de alta no preço dos alimentos. De acordo com dados do Ministério do Turismo divulgados em 2021, Brasília tem a quarta maior frota náutica do País, com mais de 55 mil embarcações registradas.
Antes de ir à “lanchaciata”, Bolsonaro andou de moto e foi a feiras em Brasília. Apoiadora do presidente, a turista Nair Tillman, 73 anos, estava pela manhã nas proximidades da Ponte JK, onde ocorria a concentração para a “lanchaciata”, na esperança de ver Bolsonaro. “Com ele, eu entro até debaixo d’água”, brincou, ao dizer que só subiria numa embarcação se fosse para falar com o presidente.
O slogan do cortejo náutico, “Pela liberdade no Brasil”, foi o mesmo usado por apoiadores de Bolsonaro para defender o deputado Daniel Silveira (PTB-RJ). O parlamentar foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a oito anos e nove meses de cadeia por ataques à democracia, mas recebeu o perdão presidencial.
Depois de provocação de Duvivier em seu programa, o ex-ministro o convidou para debater ‘temas sérios’
Repórter Brasília/ O Estado de S.Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.